Bem-vindo(a) à Linha Diabetes. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Diabetes.

Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: linhadiabetes@sapo.pt
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

Dieta Mediterrânica e Apn...

APNEIA OBSTRUTIVA do SONO...

Temas

alimentação

alimentacao

avc

brasil

calorias

cancro

colesterol

complicaçoes

complicações

coração

crianças

criancas

dia mundial da diabetes

diabetes

diabetes gestacional

diagnóstico

dieta

eclampsia

exercicio

exercício

glicemia

gravidez

gripe a

hipertensão arterial

hipoglicemias

idosos

insulina

laser

medicamentos

mr b

obesidade

osteoporose

perder peso

prediabetes

preeclampsia

prevenção

risco

risco cardiovascular

terapeutica

tratamento

todas as tags


Domingo, 12 de Fevereiro de 2012
Dieta Mediterrânica e Apneia Obstrutiva do Sono

Foi recentemente publicado no European Respiratory Journal, um estudo sobre a influência da dieta mediterrânica no síndrome da apneia obstrutiva do sono.

 

Foram selecionados 40 doentes, obesos, sob CPAP (respiração artificial durante o sono), com um ìndice Apneia/Hipopneia superior a 15, distribuídos por dois grupos.

 

Durante 6 meses, 20 doentes fizeram dieta mediterrânica (DM) e os outros 20 fizeram uma dieta "saudável". Todos os doentes tiveram limitação da ingesta de gorduras e de açúcares livres. A restrição calórica foi igual nos 2 grupos (1200-1500 kcal/ dia nas mulheres e 1500-1800 kcal/dia nos homens). Os doentes do grupo DM comeram três vezes mais vegetais, fruta, cereais não refinados e peixe que os doentes do outro grupo e uma terça parte de carne vermelha. Também fizeram actividade física regular (andar 30 minutos seguidos diariamente).

 

No final dos seis meses, os doente do grupo DM perdeu mais peso, tinha um perímetro de cintura menor e reduziu o Indice Apneia/Hipopneia de 68/hora para 50 enquanto os outro grupo apenas reduziu este índice de 56/hora para 53.

 

Assim, a dieta mediterrânica e o exercício físico possibilitaram a perda de peso dos doentes bem com a redução do número de paragens respiratórias durante o sono.

 

 

A Dieta Mediterrânica tem em curso apresentação de candidatura a Património da Humanidade (Unesco).


Temas: ,

publicado por João Vilela Gonçalves às 08:39
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 6 de Fevereiro de 2012
APNEIA OBSTRUTIVA do SONO (AOS)

O Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono trata-se de uma doença que se traduz pelo ressonar enquanto se dorme e que se caracteriza por ausências respiratórias durante o sono, levando a menor oxigenação do sangue e ao despoletar de arritmias, por vezes fatais (morte súbita), bem como a picos hipertensivos. Está muitas vezes relacionada com a obesidade.

 

 

Nem só os homens têm AOS:

 

O Risco de AOS é igual em homens e em mulheres após a menopausa.

 

A AOS nas mulheres está relacionada com depressão, hipertensão arterial e demência.

 

As mulheres representam 40 % (40 em cada 100) dos novos casos de diagnóstico de AOS.

 

Em 2008, 9% das mulheres tinham AOS.

 

 

A AOS relaciona-se com factores de risco cardiovascular:

 

83% das pessoas cuja hipertensão arterial não cede à terapêutica )hipertensão arterial resistente) têm AOS.

 

76 % das pessoas que têm insuficiência cardíaca têm AOS.

 

50% das pessoas que têm fibrilhação auricular (arritmia mais frequente) têm AOS.

 

77% das pessoas obesas e 50% das que têm Diabetes tipo 2 têm AOS

 

 

Perguntas capitais para saber se tem AOS:

 

Ressona ?

 

Já lhe disseram que pára de respirar durante o sono ?

 

Adormece frequentemente durante o dia ou sente-se muito fatigado ?

 

Tem hipertensão arterial ?

 

Tem um pescoço largo/gordo ?

 

 

 



publicado por João Vilela Gonçalves às 07:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

João Vilela Gonçalves
Consultor de Medicina Interna, pós-graduado em Diabetologia, tem a competência de Gestão de Unidades de Saúde. Trabalhou em serviços de Cardiologia, Nefrologia e Clínica de Hemodiálise, Consulta especializada do Pé diabético e em Unidades de Cuidados Intensivos. Desempenhou funções de Chefe de Equipa de Medicina do Serviço de Urgência do Hospital de Santa Maria. Foi Assistente Convidado da Cadeira de Patologia Clínica da Faculdade de Ciências Médicas.

Responsável pelas Consultas do Hospital de Pulido Valente (Diabetes, 1994-2004), da PT-Associação de Cuidados de Saúde (Diabetes, desde 1997; Hipertensão Arterial, desde 2006), da Corclínica (Diabetes, desde 1999) e do Instituto Cardiovascular de Lisboa (Diabetes, desde 2004).

Tem o seu trabalho acreditado, do ponto de vista científico, através das inúmeras apresentações em Congressos nacionais e internacionais.
Arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Links
blogs SAPO
Subscrever feeds