Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha Diabetes

Linha Diabetes

OBESIDADE INFANTIL

14.02.11, João Vilela Gonçalves

A obesidade nas crianças ou adolescentes aumentará a prevalência de doença coronária (as coronárias são as artérias que levam sangue ao coração) no adulto em 5-16%, sendo responsável por mais 100.000 pessoas com risco agravado de ter um enfarte do coração.

 

Também o aumento da incidência de "fígado gordo" (esteatose hepática) progredirá para hepatite e cirrose com consequente insuficiência hepática, tal como acontece nos alcoólicos. Note que a esteatose hepática é uma doença silenciosa que se diagnostica por alterações analíticas (aumento das transaminases superior a 4 vezes o limite superior da normalidade) ou imagens típicas observadas na ecografia abdominal.

 

As raparigas adolescentes que tenham obesidade, comparadas com raparigas da mesma idade com peso normal, agravam a probabilidade de morrer na meia-idade em 2-3 vezes.

 

A obesidade infantil diminui a esperança de vida em 2-5 anos, sendo essa diminuição equivalente à de todos os cancros juntos.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.