Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Linha Diabetes

Linha Diabetes

Dieta Mediterrânica e Apneia Obstrutiva do Sono

12.02.12, João Vilela Gonçalves

Foi recentemente publicado no European Respiratory Journal, um estudo sobre a influência da dieta mediterrânica no síndrome da apneia obstrutiva do sono.

 

Foram selecionados 40 doentes, obesos, sob CPAP (respiração artificial durante o sono), com um ìndice Apneia/Hipopneia superior a 15, distribuídos por dois grupos.

 

Durante 6 meses, 20 doentes fizeram dieta mediterrânica (DM) e os outros 20 fizeram uma dieta "saudável". Todos os doentes tiveram limitação da ingesta de gorduras e de açúcares livres. A restrição calórica foi igual nos 2 grupos (1200-1500 kcal/ dia nas mulheres e 1500-1800 kcal/dia nos homens). Os doentes do grupo DM comeram três vezes mais vegetais, fruta, cereais não refinados e peixe que os doentes do outro grupo e uma terça parte de carne vermelha. Também fizeram actividade física regular (andar 30 minutos seguidos diariamente).

 

No final dos seis meses, os doente do grupo DM perdeu mais peso, tinha um perímetro de cintura menor e reduziu o Indice Apneia/Hipopneia de 68/hora para 50 enquanto os outro grupo apenas reduziu este índice de 56/hora para 53.

 

Assim, a dieta mediterrânica e o exercício físico possibilitaram a perda de peso dos doentes bem com a redução do número de paragens respiratórias durante o sono.

 

 

A Dieta Mediterrânica tem em curso apresentação de candidatura a Património da Humanidade (Unesco).

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.