Bem-vindo(a) à Linha Diabetes. Aqui poderá expor as suas questões e obter informações úteis sobre Diabetes.

Envie a sua questão
As respostas às suas dúvidas atendem a diversos critérios. Neste serviço, não serão consideradas válidas questões com falta de enquadramento ou situações de emergência que só possam ter encaminhamento imediato.

E-mail: linhadiabetes@sapo.pt
Pesquisar neste blog
 
Posts recentes

Obesidade e Mortalidade

Vacina para a Obesidade

Vinho Tinto e Obesidade

Diabetes na América: como...

Hipertensos Obesos e Não ...

CÂNCRO: como evitá-lo

APNEIA OBSTRUTIVA do SONO...

164 milhões de Obesos

Obesidade, há quanto temp...

OBESIDADE INFANTIL: COMPL...

Temas

alimentação

alimentacao

avc

brasil

calorias

cancro

colesterol

complicaçoes

complicações

coração

crianças

criancas

dia mundial da diabetes

diabetes

diabetes gestacional

diagnóstico

dieta

eclampsia

exercicio

exercício

glicemia

gravidez

gripe a

hipertensão arterial

hipoglicemias

idosos

insulina

laser

medicamentos

mr b

obesidade

osteoporose

perder peso

prediabetes

preeclampsia

prevenção

risco

risco cardiovascular

terapeutica

tratamento

todas as tags


Segunda-feira, 7 de Março de 2011
OBESIDADE INFANTIL: COMPLICAÇÕES (3)

CARDIOVASCULARES

 

DISLIPIDEMIA (aumento do colesterol/triglicridos)

 

HIPERTENSÃO ARTERIAL

 

COAGULOPATIA (o sangue coagula mais fácilmente provocando tromboses)

 

INFLAMAÇÃO CRÓNICA

 

DISFUNÇÃO ENDOTELIAL

 

 

PULMONARES

 

APNEIA DO SONO

 

ASMA

 

INTOLERÂNCIA AO EXERCÍCIO FÍSICO


Temas:

publicado por João Vilela Gonçalves às 07:15
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011
OBESIDADE INFANTIL: COMPLICAÇÕES (2)

ENDÓCRINAS

 

RESISTÊNCIA À INSULINA (PRÉ-DIABETES)

 

DIABETES TIPO 2

 

PUBERDADE PRECOCE

 

OVÁRIOS POLIQUÍSTICOS (raparigas)

 

HIPOGONADISMO (rapazes)

 

 

MUSCULO-ESQUELÉTICAS

 

DOENÇA DE BLOUNT

 

FRACTURA DO ANTE-BRAÇO

 

DORES LOMBARES

 

PÉ PLANO (pé "chato")


Temas:

publicado por João Vilela Gonçalves às 08:10
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011
OBESIDADE INFANTIL: COMPLICAÇÕES (1)

PSICOSOCIAIS

 

ANSIEDADE

 

DEPRESSÃO

 

DISTÚRBIOS ALIMENTARES

 

ISOLAMENTO SOCIAL

 

MAU RENDIMENTO ESCOLAR

 

 

NEUROLÓGICAS

 

PSEUDO TUMOR CEREBRAL


Temas:

publicado por João Vilela Gonçalves às 06:06
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011
OBESIDADE INFANTIL

A obesidade nas crianças ou adolescentes aumentará a prevalência de doença coronária (as coronárias são as artérias que levam sangue ao coração) no adulto em 5-16%, sendo responsável por mais 100.000 pessoas com risco agravado de ter um enfarte do coração.

 

Também o aumento da incidência de "fígado gordo" (esteatose hepática) progredirá para hepatite e cirrose com consequente insuficiência hepática, tal como acontece nos alcoólicos. Note que a esteatose hepática é uma doença silenciosa que se diagnostica por alterações analíticas (aumento das transaminases superior a 4 vezes o limite superior da normalidade) ou imagens típicas observadas na ecografia abdominal.

 

As raparigas adolescentes que tenham obesidade, comparadas com raparigas da mesma idade com peso normal, agravam a probabilidade de morrer na meia-idade em 2-3 vezes.

 

A obesidade infantil diminui a esperança de vida em 2-5 anos, sendo essa diminuição equivalente à de todos os cancros juntos.


Temas:

publicado por João Vilela Gonçalves às 08:46
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 15 de Março de 2010
OBESIDADE: 30 complicações clínicas associadas

Há muito que a obesidade deixou de ser apenas uma questão estética.

 

Descrevem-se as  30 complicações clínicas associadas à Obesidade:

 

1) Gastrointestinais

 

Litíase Biliar ("pedra" na vesícula)

Esteatose Hepática (fígado gordo)

Pancreatite

Refluxo gastro-esofágico

 

 

2) Metabólico

 

Resistência à actuação da insulina que o organismo produz (pré-diabetes)

Diabetes Mellitus (tipo 2)

Dislipidemia (elevação do colesterol e/ou dos trigliceridos)

 

 

3) Cardiovascular

 

Hipertensão Arterial

Doença Coronária (enfarte ou angina de peito)

Insuficiência Cardíaca

Tromboembolismo Pulmonar

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

 

 

4) Respiratório

 

Apneia obstrutiva do Sono (paragem respiratória durante o sono; ressonar pode ser sinal de)

Hipoventilação Alveolar (menor oxigenação do sangue)

 

 

5) Musculo-Esquelético

 

Osteoartrite

Gota

Lombalgia

 

 

6) Ginecológico

 

Alterações Menstruais

Infertilidade

 

 

7) Genito-Urinário

 

Incontinência

 

 

8) Oftalmológico

 

Cataratas

 

 

9) Neurológico

 

Hipertensão Intra-Craneana

 

 

10) ONCOLÓGICO (CÂNCRO)

 

Esófago

Cólon

Vesícula

Próstata

Mama

Útero

Colo do útero

Rim



publicado por João Vilela Gonçalves às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Sexta-feira, 5 de Março de 2010
Obesidade Infantil

A "Plataforma para a Obesidade", através dos Professores Ana Rito e João Breda, participaram no estudo internacional COSI de epidemiologia da obesidade nas crianças.

 

Em Portugal, 32% das crianças têm peso a mais, sendo 18% pré-obesas e 14% obesas !!!!!

 

Recorda-se que a Obesidade está directamente relacionada com:

 

Diabetes tipo 2

 

Hipertensão Arterial

 

aumento do Colesterol.

 

 

Será que se deve às crianças comerem cada vez mais álimentos ricos em açúcares livres, gordura e sal ?



publicado por João Vilela Gonçalves às 14:36
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2010
MUITO DO QUE PODE FAZER PARA FICAR OBESO

Em Outubro de 2008, foi publicado no British Medical Journal (revista médica de referência mundial) um artigo com um título original:

 

"ENCHER O PRATO e COMER DEPRESSA TRIPLICA O RISCO de OBESIDADE"

 

Advertindo para que, tão importante como o que se come é a maneira como se come. Estas duas maneiras de comer (em excesso e rapidamente) levam ao maior consumo de calorias e, portanto, à obesidade; pelo que diz o estudo, fica-se com 3 vezes mais hipoteses de engordar.

 

Assim, se tiver pouco tempo, coma menos mas coma devagar. Vai verificar que se cansa de estar a comer e que a fome passou mais rapidamente do que pensava.

 

Comer é uma necessidade mas também um acto social. Se comer pequenas quantidades de cada vez, preenche o lado social e nunca desperta a fome devoradora que surge em períodos prolongados de jejum.

 

A vida não se limita à comida. Controle suas emoções. Respeite o que tem para comer, porque alguns não têm sequer o que nós desperdiçamos.

 

Assegure a sua Saúde. Aja agora ! Hoje !



publicado por João Vilela Gonçalves às 08:08
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 8 de Fevereiro de 2010
PRE-OBESIDADE: uma doença para o século 21

Antes de ler este post deve saber calcular o Índice Massa Corporal (IMC): peso (kg)/altura (m2); por exemplo: 70 kg com 1,60 metros: IMC = 70/1,60 x 1,60 = 27,3 kg/m2.

Excesso de peso ou Pre-obesidade: IMC = 25-30 kg/m2. Obesidade: IMC igual ou maior que 30 kg/m2.

 

O risco de desenvolver Insuficiência Cardíaca está associado ao peso: o excesso de peso aumenta o risco em 50%, enquanto a obesidade aumenta esse risco em 300% !!!

 

O risco de desenvolver Insuficiência Cardíaca relacionada com o aumento de peso, pode ser francamente controlado com a prática de exercício físico vigoroso, isto é, o necessário para transpirar a T-shirt....mesmo se efectuado apenas algumas vezes por mês.

 

 

Este post teve por base um artigo publicado na revista Circulation a 22/12/2008



publicado por João Vilela Gonçalves às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 1 de Fevereiro de 2010
Devagar, Devagarinho... Crianças Hipertensas... e Obesas

No número de Novembro de 2009 da Revista Portuguesa de Cardiologia, foi publicado um interessantíssimo artigo sobre a "distribuição da pressão arterial em crianças e adolescentes saudáveis".

 

Foram estudadas cerca de 1600 crianças e adolescentes, com idade média de 13 anos, apenas 180 do sexo feminino; 80% destas crianças e adolescentes davam inicío, quando foram avaliados, à sua actividade desportiva.

 

Os valores da pressão arterial medidos a estes 1600 indivíduos, permitiram verificar que:

 

A pressão arterial era normal em 74% dos que tinham peso normal, em 67% dos que tinham excesso de peso e 54% dos que eram obesos.

 

A pressão arterial normal-alta aparecia em 18% dos que tinham peso normal, 19% dos com excesso de peso e 23% dos obesos.

 

A Hipertensão Arterial surgiu em 8% dos individuos com peso normal, 14% dos com excesso de peso e 23% dos obesos.

 

Conclusões: Em crianças e adolescentes obesos, a possibilidade de terem pressão arterial normal-alta ou hipertensão arterial é grande (46%, ou seja quase metade dos individuos), sendo directamente proporcional ao aumento de peso: os obesos têm 4 vezes mais hipertensão que os que têm peso normal.

 

Pergunto: porque continuam os cidadãos e os pais a ignorarem esta realidade ? Que interesse têm os pais na alimentação dos filhos ?



publicado por João Vilela Gonçalves às 08:00
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

Segunda-feira, 23 de Novembro de 2009
OBESIDADE INFANTIL: como as escolas podem contribuir

Terminou ontem o 13º congresso nacional de Obesidade. Entre outros, foi revelado os resultados de um estudo feito em Portugal que demonstrou que 30% das crianças têm excesso de peso.

 

O Estudo da Prevalência da Obesidade Infantil e dos Adolescentes em Portugal Continental demonstrou que 12,5% das crianças dos 2 aos 5 anos SÃO OBESAS !

 

A crescente prevalência da obesidade infantil levou a que o Plano contra a Obesidade vá realizar estudos de 2 em 2 anos de modo a termos consciência do crescimento (ou diminuição) desta epidemia. Como disse João Breda, coordenador do Plano, "somos um dos países europeus com mais crianças nesta situação".

 

Em minha opinião, as escolas têm determinante papel no combate à obesidade infantil. Há um número apreciável de crianças que inícia um consumo habitual de gordura e açúcar quando entra para a pré-escola.

 

Se há escolas que QUEREM TER  programas de alimentação saudável para os seus alunos, existem outras que o negligenciam, IMPUNEMENTE, provávelmente por questões económicas (leia-se diminuição das margens de lucro).

 

Compete aos pais e às Associações de Pais tomar as decisões que melhor julgarem.

 

O MELHOR RANKING É CERTAMENTE O DO GANHO DE SAÚDE.



publicado por João Vilela Gonçalves às 08:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

João Vilela Gonçalves
Consultor de Medicina Interna, pós-graduado em Diabetologia, tem a competência de Gestão de Unidades de Saúde. Trabalhou em serviços de Cardiologia, Nefrologia e Clínica de Hemodiálise, Consulta especializada do Pé diabético e em Unidades de Cuidados Intensivos. Desempenhou funções de Chefe de Equipa de Medicina do Serviço de Urgência do Hospital de Santa Maria. Foi Assistente Convidado da Cadeira de Patologia Clínica da Faculdade de Ciências Médicas.

Responsável pelas Consultas do Hospital de Pulido Valente (Diabetes, 1994-2004), da PT-Associação de Cuidados de Saúde (Diabetes, desde 1997; Hipertensão Arterial, desde 2006), da Corclínica (Diabetes, desde 1999) e do Instituto Cardiovascular de Lisboa (Diabetes, desde 2004).

Tem o seu trabalho acreditado, do ponto de vista científico, através das inúmeras apresentações em Congressos nacionais e internacionais.
Arquivos

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Links
blogs SAPO
Subscrever feeds